Por dentro do “consumer insight”



5 de outubro de 2017
por: Marcela Leone

consumidor2-site

por Renato Pelissaro*

Mais do que administrar mercados, os profissionais de marketing sabem da importância de identificar, mapear, interpretar, acompanhar e antever os novos códigos e expressões culturais e comportamentais que regem a vida contemporânea. É o que se chama de consumer insight, uma ferramenta que, se já não faz parte do seu portfólio, precisa ser adquirida o quanto antes.

Empresas globais e agências de publicidade investem cada vez mais no consumer insight para tentar “entender” quem é o consumidor e o que ele quer, de fato, além das brumas das redes sociais.

Pensando na necessidade de se tornar parceiro dos consumidores e convencê-los de que podem depositar confiança no relacionamento com uma marca, por exemplo, essa importante mudança de postura por parte das companhias vem se tornando cada vez mais presente. Mudança que vai muito além da retórica, começando pela implantação, nas empresas, de todo um código de novas diretrizes aos funcionários.

Missão primária? Tratar o público não como consumidor, mas, sim, como pessoa – com todas as suas facetas, ou, pelo menos, as que deixam entrever entre um like e outro.

Como rezam os princípios da antropologia de consumo, isso significa dizer que empresas e agências reconhecem que, para além do que se consome, indivíduos estão presos a outras dimensões, que orientam e dão sentido àquilo que fazem ou deixam de fazer.

O desafio que vem pela frente é enorme – e, tenha certeza, fundamental para a sobrevivência das marcas. É necessário acompanhar e compreender a complexidade do pensamento humano a cada estação. E entender o impacto das dinâmicas culturais e das tendências de comportamento.

Vem daí a necessidade de se compreender as atitudes e práticas de consumo das pessoas nos vários cenários que compõem suas vidas. Não é tarefa fácil. Exige, antes de mais nada, uma dose bastante grande de humildade, que, empresarialmente falando, é a noção de que estamos sempre aprendendo sobre nosso core business. Só agindo dessa forma empresas e marcas chegam aos insights corretos, às conexões realmente relevantes para atingir (e, o que é mais importante) interagir com seu público-alvo.

Se você ainda não está devidamente informado sobre o assunto, conheça alguns  “amigos” online que podem lhe ajudar (e também ajudar a sua equipe de vendas) a melhorar a performance junto a seu público-alvo. Com eles, você evita replicar erros e aumenta, consideravelmente, o índice de acertos.

Google Trends

A ferramenta gratuita do Google é um analisador de tendências bastante poderoso. Por meio dele é possível buscar termos e comparar palavras-chave em um período pré-determinado. Uma empresa que deseja otimizar seu e-commerce com uma campanha de links patrocinados, por exemplo, pode decidir sobre quais palavras-chave investir em seus anúncios após uma pesquisa na ferramenta.

Também é possível descobrir os assuntos mais procurados dentro da área de atuação do seu e-commerce e, assim, criar conteúdos de acordo com essa busca, ampliando as chances de ser encontrado e, consequentemente, escolhido pelos consumidores.

Audience Insights

Esta ferramenta é do Facebook, também gratuita, voltada para anunciantes da rede social. Por meio dela é possível acessar muitas informações relevantes da sua audiência  e suas intenções de compra online – incluindo dados geográficos, demográficos, de comportamento e muito mais.

Planejador de palavras-chave

Outra ferramenta gratuita do Google, esta funciona como um curso para criação de novas campanhas baseadas em palavras-chave. O usuário pode pesquisar ideias de palavras-chave e de grupos de anúncios, comparar o desempenho de listas de palavras-chave e criar uma nova lista a partir da união de listas.

O ponto-chave aqui é filtrar ao máximo a incidência de palavras-chave para chegar a um mapa mais aproximado do que os internautas estão, de fato, buscando. Desta forma, uma campanha publicitária aumenta, exponencialmente, suas chances de atingir as pessoas certas na hora certa, com baixa dispersão de investimentos.

Empresas de pesquisa

Uma excelente opção para quem tem um pouco mais de dinheiro no caixa é investir em uma empresa especializada em pesquisas de consumer insight. Existem centenas de opções à disposição e muitas empresas que realizam tomadas de pulso com o consumidor em painéis online, o que significa que o gasto com essa iniciativa vem ficando menor com o passar do tempo.

A escolha de um bom parceiro pode, sim, transformar a vida do seu e-commerce e trazer mais e bons negócios para você.

(*) Renato Pelissaro é diretor de Marketing do PayPal para a América Latina

Foto: reprodução 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *