Lonely Lingerie abraça a diversidade em mais uma campanha



10 de outubro de 2016
por: Marcela Leone

lonely-lingerie-1

Campanhas de lingerie normalmente envolvem modelos magras, cabelos esvoaçantes, além de poses e olhares sensuais. O que há de errado com isso? A verdade é que essas representações exageradamente sexuais de pouco têm a ver com a maneira que usamos a moda íntima no dia a dia.

lonely-lingerie-2

Baseada na Nova Zelândia, a Lonely Lingerie foi uma das pioneiras a investir em campanhas mais reais para suas coleções. E não poderia ser diferente com a mais nova delas, provando que não necessita de muito para as mulheres estarem e se sentirem sexy.

lonely-lingerie-3

Para a temporada de Inverno 2017, a marca convidou nove parceiras para posarem como modelos. “Nós amamos trabalhar com mulheres que compartilham valores e crenças como nós da Lonely”, afirmou Helene Morris, designer e fundadora da marca, ao Refinary29.

lonely-lingerie-4

Entre as mulheres reais que posaram para a campanha, estão uma bailarina, uma artista, uma modelo transgênero e a mãe da fotógrafa.

lonely-lingerie-6

Algumas outras empresas, tais como Aerie e &OtherStories, assim como a Lonely, também são reconhecidas por apostarem em campanhas sem imagens com retoques e em castings que exaltam a diversidade, porém ainda são minoria na indústria.

Fotos: reprodução 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *