EMPODERADAS RECRIAM DESFILE DA ‘VICTORIA’S SECRET’



14 de dezembro de 2016
por: Marcela Leone

victorias

Despadronizando as passarelas, um grupo de mulheres nos Estados Unidos decidiu recriar o desfile anual de lingerie da Victoria’s Secret, levando à passarela modelos empoderadas no lugar das top models com os corpos esbeltíssimos e endeusados, as famosas Angels.

A produção foi realizada pelo Buzzfeed, que decidiu lançar sua própria versão da famosa moda famosa lingerie, trazida anualmente pela Victoria’s Secret, mas as modelos escolhidas foram mulheres de todas as formas e tamanhos, para celebrar a beleza da mulher de verdade; a todos os dias.

O elenco hiper-diversificado trouxe mulheres de diferentes etnias, identidades de gênero, tamanhos e formas. O objetivo do desfile ao trazer uma gama enorme de modelos empoderadas foi o de quebrar os estereótipos da beleza feminina. A mensagem era claramente “é possível ser feliz com seu próprio corpo”, apesar da industria da moda insistir em modelos de padronização impraticáveis para a maioria das mulheres nas passarelas do mundo.

Um vídeo dos bastidores do evento foi realizado, mostrando a preparação das modelos e também, elas falando francamente sobre suas experiências com a imagem corporal e positividade do corpo. Uma das modelos empoderadas afirmou: “Não é sobre a promoção de um tipo de corpo, mas certificar-se de que estamos promovendo todos os diferentes tipos de corpos”.

Tess Holliday fez a sua primeira aparição em um desfile com roupas íntimas e confessou que ninguém havia lhe dado a oportunidade de fazê-lo antes. “Eu amo assistir o desfile de moda da Victoria’s Secret, mas sim, que quem me dera que eles incluíram mais tipos de corpos,” ressaltou.

Entretanto, após ter desfilado na passarela, Tess deixa a reflexão: “Acho que hoje vai para mostrar que não importa o que você está usando, não importa como é seu cabelo, ou como você é alto, se você acha que você é linda-quem se importa o que os outros pensam. É sobre como você se sente.”

Confira o vídeo abaixo, que traz o depoimento de algumas participantes da re-criação, onde elas falam sobre a dificuldade quem enfrentam todos os dias em aceitar seu próprio corpo diante dos padrões impostos pela indústria da moda:

Fonte: Onnda | Foto: reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *