Como reduzir a crise vivida pelos shoppings centers com o atual cenário econômico?



5 de julho de 2016
por: Marcela Leone

shoppings

*Por Leonardo Costa 

A crise econômica tem reduzido o número de clientes que compram nos shoppings centers do Brasil, mas um detalhe curioso, é que não tem afetado o número de clientes que os visitam. Assim, os shoppings estão tendo que se adaptar rapidamente, criando um plano para redução de custos, mas buscando manter a qualidade dos serviços prestados aos clientes . Com uma operação tão especifica, algumas ações importantes podem e devem ser inseridas, se não antes, agora enquanto há tempo.

A implementação de um bom planejamento estratégico tem ajudado a indústria dos shopping centers, pois com ele é possível reduzir riscos identificados nos diferentes cenários econômicos, mesmo otimista, realista ou pessimista. Em um planejamento estratégico estão contidas as ações que podem neutralizar um risco em potencial e o qual sem ele, a empresa está não apenas “navegando em águas turbulentas, mas também sem sistema de navegação”.

Para quem está pensando em expandir, reformar ou mesmo remodelar para adequar-se ao momento, o gerenciamento de projetos é outra importante ferramenta e método para controlar e monitorar os avanços de obras, bem como os custos. Estes estudos ajudam a reduzir o desperdício de verba e investimentos com projetos que iniciam e não terminam.

Auxiliando na operação e otimização dos processos de manutenção corretiva e preventiva, limpeza e conservação e identificando possíveis anomalias, a gestão de qualidade tem que ser vista mais de perto pelos empresários do setor, tanto em função dos custos, que podem ser reduzidos drasticamente, como aumento da satisfação dos clientes e produtividade.

Os processos em toda a operação devem ser avaliados atentamente, pois uma das maiores perdas de tempo e dinheiro está no retrabalho, tal qual a necessidade de se redesenhar os processos, implementar ações de melhorias e acompanhá-las. Se estudados, existem pontos simples que podem ajudar a reduzir os custos. Hoje, o maior deles é o gasto com energia elétrica, assim, ações práticas como a instalação de leds, sensores, manutenção preventiva no sistema de ar condicionado etc já ajudam a reduzir esses valores.

Uma operação automatizada também torna mais eficaz os processos dentro de um shopping. Com uma consultoria em processo e implantação de sistemas de informação, é possível tornar as tomadas de decisão mais ágeis e precisas, além de reduzir o erro humano, o número de riscos de acidentes, otimizando todo o processo e, como consequência, redução dos custos de operação.

É necessário estar vigilante ao que acontece no cenário econômico, mas os shoppings precisam antes olhar para o que acontece dentro de sua operação. É sempre possível aumentar a produtividade, reduzir custos e aumentar a satisfação dos clientes, mas para isso é preciso estar preparado.

 *Leonardo Costa é franqueado da unidade Vitória da AGQ Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *