As campanhas visionárias e polêmicas da Duloren



9 de maio de 2017
por: Marcela Leone

MAX_TAREFA_94X68_FINALcv.indd

É comum, atualmente, nos depararmos com publicidades que explorem o empoderamento feminino, assim como a diversidade. Mas a verdade é que a Duloren vem fazendo isso desde meados da década de 90, quando introduziu temas diversos (e polêmicos) em suas campanhas como aborto, masturbação feminina, homossexualidade… “Hoje é fantástico tudo isso estar sendo abordado, mas já trabalhamos esses assuntos há mais de 20 anos”, ressalta Denise Areal, diretora de marketing da empresa.

duloren-vaticano

Em 2010, por exemplo, a empresa foi acionada pelo Conar, órgão regulamentador do setor, para tirar sua campanha do ar: uma imagem que trazia uma modelo de lingerie em frente a um suposto padre com os dizeres “Pedofilia, não”.

duloren-rocinha

duloren-freira

Porém, para Denise, para ousar é preciso estar ciente do risco. As imagens, para ela, não tem nada de modernas, mas são reais em sua essência. Em relação à consumidora, a profissional afirma que as mulheres Duloren têm diferentes pensamentos, e também englobam as de cabeça mais tradicionais, mas que são atraídas pela qualidade do produto.

duloren-robertaclose

duloren-rogeria

A marca já teve também campanha com Roberta Close (que inclusive trazia seu passaporte ainda com nome masculino); Rogéria em meio a mulheres de lingerie; Bruna Surfistinha no auge do lançamento de seu livro… “Hoje todo mundo está usando temas que a Duloren já usou. Digo que temos previsões”.

duloren-homo

A ideia, porém, não é apenas atrair mídia. Para Denise, é preciso enfatizar a igualdade de gêneros. “Ao longo dos anos, mostramos para a mulher que o corpo dela é o templo dela, e que ela pode fazer com ele o que bem entender”.

duloren-surfistinha

Agora é aguardar a próxima ação da marca, e quem sabe discuti-la – em larga escala –  daqui alguns anos.

Fotos: divulgação 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *