4 dicas para desenvolver o sutiã perfeito para cada tipo de corpo!



12 de janeiro de 2017
por: Marcela Leone

sutia1

Se você trabalha com produção de lingerie ou moda praia, é preciso estar atento a um fato: com certeza, um dos maiores incômodos para as mulheres é usar um sutiã desconfortável.

Pensando nisso, separamos 4 dicas de como você pode adaptar os modelos de sutiã para cada tipo de corpo, com foco no conforto e no bem-estar das consumidoras. Veja abaixo:

1. Conheça os modelos de sutiã

sutia2

Em mais de cem anos de história, variados tipos de sutiã foram desenvolvidos, tornando-o uma peça que é muito versátil. Hoje, ele faz parte do dia a dia das mulheres, seja em ocasiões casuais, momentos de lazer e descontração (no caso da moda praia) ou momentos íntimos, já que a peça deixou de ser uma mera roupa de baixo e ganhou outras conotações.

Dito isso, é imprescindível conhecer os diferentes modelos e seus usos para melhor adequar sua produção às necessidades de suas clientes.

2. Escolha a alça certa para seu modelo

Assim como os sutiãs, os modelos de alça são bem diversificados. O mercado oferece desde as fitas elásticas mais básicas a alças ornamentadas, rendadas ou bordadas. Para sutiãs do dia a dia, a palavra-chave é conforto. Invista em alças mais grossas, que promovem melhor sustentação, feitas de materiais macios e resistentes.

Já lingeries mais sensuais pedem um pouco de inovação e criatividade, como a aplicação de bicos, que são elásticos decorativos. As roupas de moda fitness, muitas vezes, exigem alças não convencionais, como é o caso do modelo nadador. Assim, é fundamental incluir esses casos em sua produção, focando sempre no conforto, já que serão utilizados para praticar atividades físicas.

3. Saiba como adequar o bojo e seu volume

Sutiã com bojo Três Camadas. Imagem: Scala

Sutiã com bojo Três Camadas. Imagem: Scala

O bojo é utilizado para modelar e ajudar a sustentar os seios, além de, muitas vezes, servirem como uma maneira para disfarçar o pouco volume. No mercado, eles estão disponíveis em diferentes tipos, não só em termos de tamanho, mas também de material e de espessura. Por isso, é preciso adequar essas variáveis ao público que você pretende atingir.

Se suas clientes são mulheres plus size, que já possuem grandes seios, evite os bojos muito volumosos e use ferros para dar sustentação ao sutiã. No caso de adolescentes, cujos seios ainda estão em desenvolvimento, ou de pessoas com seios pequenos, é possível apostar em bojos mais grossos.

Imagem: For Love & Lemons

Imagem: For Love & Lemons

É importante ressaltar que há, ainda, pessoas que dispensam o bojo e preferem um sutiã mais simples, feito somente com o tecido, uma alternativa mais confortável para o uso cotidiano.

4. Invista em materiais confortáveis para underwear

Seja lá qual for o seu público, uma coisa é certa: nenhuma mulher gosta de sentir que o sutiã está apertado demais ou que seu material é, de alguma forma, desconfortável. Tenha em vista que a peça pode ser usada em diferentes ocasiões, inclusive em um dia inteiro de trabalho.

Por isso, busque sempre utilizar materiais próprios para moda íntima, evitando elásticos muito grosseiros ou rendas que friccionam a pele. Além disso, é preciso prestar atenção aos ferros que formam a estrutura dos sutiãs com bojo, pois é comum eles furarem o tecido e acabarem machucando a pele.

Fonte: Blog da Zanotti | Fotos: reprodução 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *